Passar para o conteúdo principal

Baxter lança sharesource 2.0, plataforma de telemonitorização que permite maior partilha de informação clínica e cuidados renais personalizados

Press Release
  • Atualização permite aos prestadores de cuidados de saúde aceder a um leque mais abrangente de dados de tratamento e melhorar o fluxo de trabalho;

    Estudo recente destaca o valor acrescentado da monitorização remota de doentes para um tratamento de diálise personalizado, a redução de alarmes e de consultas presenciais, enquanto permite economizar tempo a médicos e doentes;

    Sharesource 2.0 está disponível, em Portugal, desde maio de 2019

Lisboa - October 30, 2019

LISBOA, 30 de outubro de 2019 - A Baxter, companhia inovadora em cuidados renais a nível mundial, acaba de lançar ShareSource 2.0, que permite aos profissionais de saúde obter mais dados sobre os doentes em diálise peritoneal (DP) e melhorar o fluxo de trabalho clínico. Através desta plataforma de telemonitorização, os profissionais de saúde têm acesso a um conjunto maior de dados de tratamento dos seus doentes, incluindo dados de ultrafiltração, que ajudam a tomar decisões baseadas em mais informação e em tempo real. Em Portugal, a plataforma está disponível desde maio de 2019.

ShareSource, a plataforma de telemedicina em diálise domiciliária com maior número de utilizadores a nível mundial, permitiu já monitorizar mais de 7 milhões de tratamentos de DP em mais de 40 países. Existem, inclusive, evidências crescentes de que a tecnologia de monitorização remota de doentes permite aos profissionais de saúde detetar e intervir atempadamente em casos de complicações relacionadas com o uso de cateteres1,2,3,4, peritonite5 e complicações relacionadas com a adesão à terapêutica 6,7,8, o possibilitando uma diminuição significativa do número de hospitalizações9.

"O número de doentes em tratamento de diálise está a aumentar em todo o mundo, mas o número de profissionais de saúde e os recursos disponíveis não aumentam exatamente ao mesmo ritmo", refere Filipe Granjo Paias, Country Lead da Baxter Portugal. "É por este motivo que mantemos o compromisso de continuar a transformar os cuidados renais através de tecnologia inovadora como ShareSource que traz opções melhoradas de prestação de cuidados de saúde para médicos e doentes".

ShareSource 2.0 apresenta um novo painel que disponibiliza:

  • Um leque mais abrangente de dados de tratamento do doente para permitir insights clínicos mais rápidos;
  • Informação detalhada da ultrafiltração total para ajudar a tomar decisões informadas sobre a eficácia do tratamento;
  • Aperfeiçoamento do fluxo de trabalho para uma triagem e análise da informação clínica dos doentes mais rápida;

No estudo "Longitudinal Experience with Remote Monitoring for Automated Peritoneal Dialysis Patients", um estudo observacional independente apresentado recentemente no Nephron Clinical Practice 2019, os investigadores descrevem a forma como o Serviço de DP do Hospital San Bortolo (Veneza, Itália) alterou a prática clínica após a implementação da telemonitorização de doentes com ShareSource.

No estudo foram analisados os dados de utilização de HomeChoice Claria com ShareSource em 43 doentes durante um ano, em comparação com o grupo de controlo (42 doentes em diálise peritoneal automatizada (DPA) sem ShareSource). O estudo refere que as alterações na prescrição em doentes monitorizados com ShareSource quase duplicaram, enquanto o número de alarmes noturnos e o número de visitas ao hospital reduziram significativamente. Outros dados indicam que a telemonitorização de doentes se traduz numa poupança de tempo significativa - cerca de 105 horas/ ano - no trabalho de médicos e enfermeiros do Hospital San Bortolo. Tal sugere que a telemonitorização do doente pode economizar tempo e custos aos profissionais de saúde e aos doentes, permitindo um regime terapêutico mais personalizado, a deteção precoce de complicações e a resolução de possíveis problemas técnicos.

Sobre a Diálise Peritoneal Automática (DPA)

A Diálise Peritoneal utiliza uma membrana natural como filtro - o peritoneu. O fluido de diálise é introduzido na cavidade peritoneal através dum pequeno tubo flexível, que foi previamente implantado no abdómen de forma permanente, numa intervenção cirúrgica menor. Uma parte deste tubo, o cateter, permanece fora do abdómen e permite a conexão às bolsas de solução de diálise. O cateter fica escondido por baixo da roupa. A Diálise Peritoneal Automática efetua-se normalmente em casa, durante a noite, enquanto o doente dorme. Um dispositivo (cicladora) controla o tempo para efetuar as trocas necessárias, drena a solução utilizada e introduz a nova solução de diálise na cavidade peritoneal. No início do tratamento, é necessário preparar as linhas e as soluções, ligar a máquina e conectar o cateter do doente. A cicladora efetua as trocas programadas, normalmente durante 8 a 10 horas. De manhã, o doente só tem que se desligar do aparelho. As máquinas de Diálise Peritoneal Automática são seguras, fáceis de gerir e podem ser utilizadas em qualquer lugar com acesso à eletricidade. São a opção de tratamento ideal para as pessoas que trabalham, para as crianças em idade escolar e para as pessoas que desejam autonomia.

1 Jiménez S & Condia J. Abstract presented at 17th ISPD congress. Vancouver (Canada). 2018. [P-337]

2 Garcia I, et al. Abstract presented at 13th Euro-PD congress. Dublin (Ireland). 2017. [P-63]

3 Jotterand Drepper V, et al. Abstract presented at ASN Kidney Week congress. Chicago (US). 2016. [SA-PO023]

4 Rojas-Diaz M, et al. Abstract presented at ASN Kidney Week congress. New Orleans (US). 2017. [PUB344]

5 Gomez R, et al. Abstract presented at 13th Euro-PD congress. Dublin (Ireland). 2017. [P-222]

6 Jiménez S & Condia J. Abstract presented at 17th ISPD congress. Vancouver (Canada). 2018. [P-229]

7 Firanek C, et al. Abstract presented at 54th ERA-EDTA congress. Madrid (Spain). 2017. [MP557]

8 Jotterand Drepper V, et al. Perit Dial Int. 2018; 38:76-78; 10. Rojas-Diaz M & Ramos A. Abstract presented at ASN Kidney Week congress. New Orleans (US). 2017. [TH-PO859]

9 Rivera A, et al. Abstract presented at ASN Kidney Week congress. San Diego (US). 2018. [FR-PO683]